quinta-feira, 24 de junho de 2010

Uma bota na Bota

Fim de papo no Ellis Park, fim de Copa para a squadra Azurra. O "penta", para os italianos, segue sendo um sonho. Agora, só poderá vir no Brasil, em 2014.

Com muita disposição, força física e oportunismo, a Eslováquia bateu o time de Marcello Lippi por 3 x 2. Dois gols de Vitek e um de Kopunek. E a seleção do Leste Europeu, em sua primeira participação num Mundial após o desmembramento da antiga Tchecoslováquia, chega às oitavas-de-final.

A Eslováquia enfrentará o primeiro colocado do grupo E. Provavelmente, a Holanda (precisa de um empate daqui a pouco, diante de Camarões, em Cape Town). Já o Paraguai, primeiro colocado do grupo F, deverá enfrentar o vencedor do confronto entre Japão e Dinamarca (um empate classifica os orientais)

Enquanto isso, o time italiano amarga sua primeira eliminação numa primeira fase de Copa em 36 anos (o último fracasso havia sido em 74, na Alemanha).

Um detalhe que certamente atrapalhou os italianos aqui na África: nos três jogos, contra Paraguai, Nova Zelândia e Eslováquia, o time tetracampeão saiu perdendo. Teve que buscar (ou tentar buscar) o resultado em todos.

Quase sempre um ponto forte da equipe, o sistema defensivo do time, liderado por um aparentemente cansado Cannavaro, foi tão decepcionante quanto o ataque. Assim, fica mesmo difícil!

3 comentários:

Rodrigo Gueiros disse...

Legal o post thomaz, gostei do titulo tambem uma bota na bora rsrsr essa copa ta estranha rsrs abraços

ismael disse...

A duas semanas atras o programa "Bola na Rede" que tem sua apresentação liderada por Fernando Vannucci e Paloma Tocci, colocou no ar uma matéria com estudos baseados nas atuações dos jogadores de acordo com as suas posições. Essa matéria tinha o objetivo traçar um prospecto de quem seria a melhor, ou a mais perfeita Seleção presente na Copa da África; tendo como resultado a Seleção da Itália e em segundo a Alemanha deixando o Brasil em terceiro lugar.
A Rede Tv não tem nada a ver com a pesquisa já que foi uma matéria comprada, não sei ao certo se foi da BBC ou outro veículo da mídia, mas a onde estavam com a cabeça quando fizeram essa pesquisa que não teve resultado?

roger disse...

Thomaz se o Kopunek não tiver entrado em nem um outro jogo dessa copa acho que ele deve ter batido o recorde do Palermo que vc comentou aqui esses dias né.