quarta-feira, 23 de junho de 2010

Argentina 100%! E os repetecos de confrontos em Mundiais

Mesmo atuando com alguns reservas, a seleção argentina bateu com facilidade a Grécia por 2 x 0 e conseguiu a classificação à próxima fase da Copa com 100% de aproveitamento.

Esta é apenas a terceira vez na história que los hermanos conseguem três vitórias nos três primeiros jogos do Mundial.

Como nos jogos anteriores, Messi teve participação efetiva no triunfo sulamericano, mas não conseguiu fazer seu golzinho.

Faz lembrar Diego Maradona na Copa de 90. Na oportunidade, o atual treinador empurrou o time à decisão, mesmo sem estufar as redes adversárias.

Destaque ainda para o gol de Palermo, um dos mais rápidos de um atleta estreante na história dos Mundiais. O atacante do Boca, que não havia jogado nas rodadas anteriores, aproveitou rebote do ótimo goleiro Tzorvas apenas alguns minutos depois de entrar no jogo.

Com a primeira colocação assegurada no Grupo B, a Argentina enfrentará o México nas oitavas.

Curiosamente, mesmo adversário da mesma fase no último Mundial, há quatro anos. Uma coincidência rara na competição.

Até hoje, a repetição de um confronto numa mesma fase em duas Copas seguidas só aconteceu em cinco outras oportunidades.

Em 54, 58 e 62, Alemanha e Iugoslávia se enfrentaram três vezes seguidas nas quartas-de-final. Os alemães levaram a melhor nos dois primeiros embates, com vitórias por 2 x 0 e 1 x 0. O time do Leste Europeu deu o troco em 62, ganhando por 1 x 0.

Muitas décadas depois, a mesma Alemanha teve de encarar por duas Copas seguidas a França na semifinal: vitória nos penais (após empate por 3 x 3) em 82 e triunfo mais tranquilo por 2 x 0, em 86.

E novamente os alemães repetiram a coincidência, em 86 e 90, mas diante da Argentina, na decisão. Uma vitória pra cada lado.

A quinta repetição ocorreu nas segundas fases de 74 e 78, envolvendo Brasil e Argentina. Mas na época, a fórmula de disputa era diferente, sem quartas e semifinais. Os melhores da primeira fase eram divididos em dois grupos de quatro na segunda. Os campeões de cada grupo faziam então a grande decisão.

Em 74, Brasil e Argentina foram eliminados nesta fase, mas no confronto direto, deu Brasil: 2 x 1.

Já em 78, houve empate por 0 x 0, mas a Argentina, graças a uma grande marmelada com os peruanos na rodada seguinte, conseguiu a classificação.

E o mais curioso desta história toda. Caso a Argentina vença o México nas oitavas-de-final e a Alemanha se classifique em primeiro lugar em seu grupo e posteriormente elimine seu rival nas oitavas, teremos Alemanha e Argentina nas quartas-de-final, exatamente como há quatro anos. Coincidências do mundo das Copas!

Um comentário:

roger disse...

Ja pensou Thomaz, Argentina e Alemanha jogaço ein. Mas falando em repeteco podemos ter um tbm emocionante Brasil e Holanda nas quartas tbm, isso é que é copa do mundo.