quinta-feira, 2 de julho de 2009

SOBERANO



Maior campeão paulista da história (26 títulos), o Corinthians se tornou na última noite também soberano em conquistas nacionais.

Com o heróico tri-campeonato da Copa do Brasil e os quatro títulos do Brasileirão, o time passa a somar sete conquistas nacionais, igualando a marca do Flamengo (cinco vezes campeão brasileiro e duas vezes campeão da Copa do Brasil).

O São Paulo, com seus seis títulos brasileiros, e o Grêmio, com quatro Copas do Brasil e dois Brasileiros, vem logo a seguir na lista, com seis conquistas nacionais, cada um.

Há quem diga que a relação de títulos nacionais deveria incluir a antiga Taça Brasil e o Troféu Roberto Gomes Pedrosa. O primeiro torneio citado só pode ser lembrado por aqueles que desconhecem sua história. Não pode ser comparado com a atual Copa do Brasil. Eram menos jogos e menos times participantes. Além disso, muitas grandes equipes do futebol brasileiro, como Corinthians e São Paulo, jamais o disputaram (por incompetência própria, é verdade, mas o fato é que a disputa era bem enfraquecida em relação a Copa do Brasil).

O Robertão são outros quinhentos. Tinha a participação de todos os gigantes, numa espécie de prévia do que seria um dia o Brasileirão. Até respeito a opinião de quem entende que essa competição deveria contar como um título brasileiro.

Embora fosse um torneio de tiro mais curto e sem o glamour que passou a ser dado a competição, a partir de 1971.

Um comentário:

Bellotti disse...

Taí uma ótima discussão. Não vivi a época, mas todas as vezes que falamos de critérios, tendemos a ser injustos.