terça-feira, 12 de maio de 2009

Estreia no rádio, aos 14 anos




Amigos ouvintes e internautas, esta gravação já foi colocada no ar algumas vezes, mas tenho certeza que muitos não tiveram a chance de ouvir.

Para mim, trata-se de um registro importante, que guardarei sempre com muito carinho.

Para vocês, que acompanham meu trabalho na Transamérica, não deixa de ser um áudio curioso, mostrando o Thomaz "ouvinte", já apaixonado por rádio, aos 14 anos de idade.

Foi em novembro de 1990. Participei por telefone do quadro "Garotada de Talento", do programa "No Pique da Pan", sempre comandado pelo grande Vanderlei Nogueira.

O quadro trazia diariamente duas crianças ou adolescentes narrando um gol. Mas o legal é que toda criança narrava simplesmente um gol de seu time do coração, "escalando" jogadores daquela época mesmo, como Neto, Raí, Edu Manga, Almir, Viola, Müller, Paulinho McLaren etc...

Querendo fazer algo diferente, narrei um gol de um time dos sonhos do Corinthians (escalado com a ajuda de meu saudoso avô, João Villa Nova, citado na conversa com o Vanderlei) contra a seleção brasileira de 70.

O Vanderlei gostou muito e, algumas semanas depois, fui convidado a participar do programa, lá mesmo no estúdio.

Uma pena que na noite em que fui à Jovem Pan, não era o Vanderlei que estava no estúdio, mas sim o locutor Carlos Batista, que trabalhou muitos anos na emissora paulista. Eu só viria a conhecer o Vanderlei pessoalmente, muitos anos depois, já atuando no meio.

Os mais atentos notarão que no finalzinho do quadro, o Vanderlei comenta que gostou da narração com um tal "Zaidan". Era o Claudio Zaidan, brilhante âncora de rádio, atualmente trabalhando como comentarista esportivo e apresentador da Bandeirantes AM.

3 comentários:

Fabio Reis disse...

Você ja era bom desde de cedo.
Eu tenho 16,sou apaixonado por radio,mais ainda nao tive a oportunidade de narrar um gol ne uma radio,axo que me sairia bem!!
Meu sonho é abrir uma jornada esportiva no Pacaembu em jogo do Corinthians.
Seria sensacional.
Parabens pelo trabalho thomaz!!
abraços

Henrique Foca disse...

[off-topic}Desculpe fugir do tema aí Thomaz, mas o Maciça fala tão mal das organizações brasileiras de futebol chamando até o Paulista de várzea mas curiosamente quando o assunto é Libertadores, que ele como são paulino tem como a melhor coisa da face da terra, fica quietinho e critica apenas veladamente a Conmebol.
Sei das preocupações da OMS mas os times pularem de fase (e não jogarem com os primeiros desclassificados!) é ridículo e torna esse campeonato muito, mas muuuito amador.
Em 2009 sou mais a copa do brasil, sem zebras e sem desorganização. Dá uma cornetada nele, por mim, vc que tem a oportunidade.
Grande abraço!

Thomaz Rafael disse...

Fabio Reis, obrigado pelo comentário e siga seus sonhos! Quem sabe um dia não trabalhamos juntos?

Henrique, concordo em relação ao vexame da Conmebol e até escrevi minha coluna semanal sobre o tema. Postarei o texto na sequência, aqui no blog. Mas lembro que o Maciça criticou mais de uma vez a entidade, por não ter classificado os terceiros colocados dos grupos de Chivas e San Luis para pegarem Nacional e São Paulo.

Abração!