terça-feira, 18 de novembro de 2008

"Será que agora farão alguma coisa?" (Por José Calil)

Reproduzo abaixo um texto do jornalista e ex-gerente de futebol do Barueri, José Calil. A coluna foi escrita para o meu site, mas acho pertinente publicá-la também no blog. Calil faz um alerta importante sobre as bizarras agressões contra profissionais do mundo da bola. E pergunta: "Será que agora farão alguma coisa?"


Já há tantos anos no futebol, eu e outros companheiros cansamos de alertar e protestar contra a violência provocada em movimento crescente pelas torcidas organizadas. As autoridades ditas competentes esse tempo todo ou nada fizeram ou apenas tiraram proveito político da situação. E deu no que deu.

A agressão sofrida sexta-feira pelo técnico Vanderlei Luxemburgo no aeroporto de Congonhas pode colocar um limite nisso tudo. Mesmo porque, a violência chegou aos protagonistas do espetáculo e, no caso específico, ao próprio filho do Presidente da República, que, integrante da comissão técnica do Palmeiras, também teve que correr para não apanhar.

Se agora não fizerem nada, nunca mais. A oportunidade é boa. Provas existem. Um boletim de ocorrência foi lavrado e Polícia e Justiça estão com a palavra. Podem tomar providências, inclusive baseadas nas imagens das câmeras de segurança do aeroporto. Mas, tomarão? Aí é outra história.

É importante que as pessoas saibam que são os políticos os grandes protetores dessa gente. Afinal, eles são quem são, mas votam. Tanto é verdade que os líderes dessa mesma facção que agrediu Luxemburgo foram recebidos dias atrás pelo Governador José Serra em pleno Palácio dos Bandeirantes. Por isso é que eles têm tanta certeza da impunidade.

Eu mesmo já passei maus bocados. Dias antes de deixar de comentar jogos para trabalhar no Barueri fui acuado, pressionado e quase agredido por cerca de 100 torcedores na saída da Vila Belmiro. Sofri problemas semelhantes no Pacaembu, Canindé e Palestra Itália. Vários e vários jornalistas não freqüentam mais estádios, narrando e comentando jogos dos estúdios das suas emissoras, com medo de serem agredidos. Até quando? Será que ninguém vai reagir?

Os episódios de invasões a treinamentos, agressões em aeroportos e nas saídas dos jogos se sucedem. É preciso que os torcedores sejam colocados nos seus devidos lugares, ou seja, nas numeradas e arquibancadas. Dali, eles não podem passar. Sob pena de colocarem em risco todo um segmento de profissionais e pais de família que estão no futebol apenas atrás do sustento daqueles que amam.

Se não ocorrerem punições agora, quando agrediram fisicamente o principal treinador de futebol do Brasil e quase bateram no filho do Presidente da República, ocorrerão quando? Com a palavra, quem de direito.

Escrito por José Calil

5 comentários:

Fábio disse...

Fala ae thomaz, seu blog é muito interessante, continue com sua linha de trabalho que é uma boa leitura!

EDILSON VIEIRA disse...

Thomaz, bom dia!!!
Você é um monstro como âncora, comentarista e "apresentador do galera gol" (risos). Minha esposa que não gosta de futebol adora ouvir vocês. Gostaria de um dia comparecer na rádio para assistir vocês.
Abraços

Thomaz Rafael disse...

Fábio e Edilson, muito obrigado pelos elogios.

Edilson, apareça sim na rádio para nos visitar! O convite se estende também ao Fábio.

Abração!

Marcello Lima disse...

Grande Thomaz Rafael...

Antes de mais nada,parabens á todos pelo exelente trabalho que fazem na Transamérica que é a melhor do futebol.

comunico,conforme combinamos no Pacaembú que estou linkando seu blog com o meu "Na Cara Do Gol " e gostaria de agradece-lo pela oportunidade.

Feras como você,Marco Bello ,e Beto Fernandes , só enrriquecem meu trabalho e porisso me sinto feliz .

Qualquer coisa que precisar,é só ligar que terei o imenso prazer em atende-lo.

Grande abraço do Marcello Lima.

Rodrigo disse...

Rodrigo:
Primeiramente gostaria de parabenizar este seu blog com ótimas informações sobre esportes e tambem parabenizar o Galera Gol que é o melhor programa esportivo pois além de falar sobre esportes tb leva muita alegria a quem escuta pois ninguem merece o transito de são paulo, e concordo com vocês chega de palhaçada ou fazem agora ou nunca mais ... um grande abraço a Você e o Pessoal do galera gol um bjao no coração da Maravilhosa Paloma fiquem todos com Deus ... (a e poxa tenho muita vontade de assitir o galera gol ao vivo nos estudios e conhece-los pessoalmente como faço para ir ? um abraço.)