segunda-feira, 31 de maio de 2010

Um time que joga (e fala) muito

A vitória diante do poderoso e temido campeão paulista mostrou a maturidade, dentro e fora de campo, de alguns jogadores corintianos.

É certo que reações maduras e racionais surgem mais facilmente no triunfo do que no fracasso. Mesmo assim, há de se ressaltar o respeito do time de Mano Menezes perante a melhor equipe do futebol brasileiro na atualidade.

O Corinthians soube valorizar a importantíssima conquista dos três pontos.

Ainda no gramado, Bruno César e outros elogiaram o rival, referindo-se ao mesmo como melhor time do País.

Dentinho e Ralf brincaram na comemoração do terceiro gol, mas deixaram o gramado numa boa, sem gozações, confraternizando-se com os adversários. Ralf chegou a dizer que respeita demais o Santos.

Do outro lado, se dentro de campo o time santista não deu botinadas e caiu de pé, lutando até os segundos finais, faltou um pouquinho de fair-play nas entrevistas.

Marquinhos e Leo reclamaram demais da arbitragem. O primeiro já até profetizou que o Timão serão favorecido em todos os jogos no Pacaembu.

Esqueceu-se apenas que nesse mesmo estádio um gol legítimo do Santo André foi anulado há algumas semanas, justamente contra o Peixe, na decisão do Paulistão.

O gol de Marquinhos foi legal? Há controvérsias. Se eu validaria o mesmo? Com toda certeza.

Já que mesmo cinco mil replays em câmera lenta não foram capazes de tirar a dúvida coletiva, por que eu teria essa certeza no momento exato do lance?

Dizem que a tal recomendação da FIFA de "na dúvida, pró ataque" é lenda urbana. Não importa. Se nem mesmo o replay chega a uma conclusão, este jornalista, humildemente, conclui que alguns centímetros pra frente ou para trás não foram fundamentais para a marcação do gol.

No entanto, a dificuldade do lance impede a constatação de que um grande erro foi cometido.

Mas outra constatação que faço - a de que o time santista fala demais - é fruto dos exageros de alguns jogadores como Leo (sempre irritado com alguma coisa, sempre querendo dar "respostas" aos críticos), Ganso (que um dia bateu em Ronaldo apenas para "mostrar quem mandava na Vila") e Neymar (prometeu um novo chapéu em Chicão).

A crítica é construtiva. O time do Santos tem em seu sistema defensivo um já conhecido calcanhar de aquiles.

Para evitar um tropeço na decisão da Copa do Brasil, após a Copa, e continuar buscando a Tríplice coroa (que é um sonho bem possível), comissão técnica e jogadores deverão se empenhar muito mais em corrigir notórias falhas do que em reclamar da arbitragem.

Até porque esse time de garotos, tendo uma defesa mais arrumadinha, torna-se quase imbatível. Basta lembrar que em suas maiores derrotas na temporada (nos clássicos para Palmeiras e Corinthians e nas decisões diante de Atlético e Grêmio), o time sempre marcou muitos gols.

Tivesse sua defesa atuado de uma maneira um pouquinho mais regular e a equipe estaria invicta há uns quatro meses.

12 comentários:

ricsant disse...

bela vitória... de tirar o chapéu...

é bom pra baixar a bola dos caras...

www.quizcopa.com.br (vale uma camisa da seleção brasileira)

abs

Erik disse...

Boa tarde Tomaz e parabens por ser um dos melhores apresentadores de programa esportivo do pais e do galera gol...e Santos pra variar sempre reclama quando perde e desta vez não foi diferente e esqueceram de valorizar a garnde vitória do Timão...Só espero que o Mano deixe o "Grande Cezar" como titular...Abraço e estou te seguindo no twitter, se puder me seguir tbm ficarei honrado, pois sou seu fã e de todos do papo de craque e do galera gol...(@erikmartinelli)

Pablo Ribera disse...

Grande Thomaz! Sou seu fã, cara. Mas faltou você apontar a ajuda que tivemos com a péssima atuação de Dorival Júnior. Será que ele é tão bom técnico assim? Grande abraço!

roger disse...

Eai Thomaz blz.
Eu acho que esses meninos dos Santos(Neymar, Ganso e Wesley) precisam tomar cuidado com o que eles aprendem moc os caras mais experientes, por exemplo o Leo só sabe reclamar, toda vez que ele perde foi culpa do juiz nunca para ele o adversario jogou melhor, outro é esse ótimo zagueiro Edu Dracena me lembro de um jogo do Corinthians com o super Cruzeiro do Luxa ele saiu de campo revoltado com um empate e pra terminar o Marquinhos que tem algum problema pessoal com o Mano Menezes ou com o Corinthians.
Abrços Thomaz.

Pedro disse...

Thomaz, quero enviar uma mensagem mas ficou muito complicado, cade seu email??

Thomaz Rafael disse...

Oi Pedro, tudo bem? Pode deixar uma mensagem em meu twitter (thomazrafael) ou me passe seu e-mail que eu escrevo pra você. Abração também ao Ricsant, ao Erik, Pablo e Roger. Obrigado pelos posts!

rob juniorsport's disse...

Fala Thomas tudo certo? Parabéns pelos comentários você é fantástico! Falando um pouco da partida... você tem toda razão e observou bem a maturidade do time corintiano, desde os jogos da libertadores eu venho observando essa a maturidade dentro e fora de campo. O corinthians respondeu as gozações da melhor maneira possível, aliás eu estreiei meu blog ontem e falei justamente sobre isso. Ficaria muito honrado se você fizesse uma visita e quem sabe um comentário ou até mesmo uma pequena ajuda ao divulgar no seu blog caso ache interessante. Sou seu fã assim como o pablo, o Erick e o pessoal que te acompanha na Transamérica, eu particularmente acompanho desde a época do Radio Bandeirantes. Equipe fantástica! um abraço thomaz. E VAI CORINTHIANS!!!

rob juniorsport's disse...

Ah já ia esquecendo

http://juniorsports.blogfatal.com/Junior-Sport-s-b1.htm

robertojunior_rgsj@yahoo.com.br

acessa aí galera!!! se o thomaz permitir o merchan é claro rsrs.

um abraço.

Thomaz Rafael disse...

Permitido, Roberto, eh, eh. Abração e darei uma olhada no blog!

ricsant disse...

Thomaz... grande abraço... dá um apoio para o Quiz Copa tb...

www.quizcopa.com.br

vlw

André Pereira disse...

O Léo vive reclamando, tá ficando até chato ouvir as entrevistas desse jogador. Erros de arbitragem sempre existiram e sempre existirão. Mas isso é desculpa de quem não sabe perder ou de quem quer tirar o foco do verdadeiro motivo da derrota.

Futebol, cinema, etc! disse...

Sou santista, cncordo que às vezes eles exageram, isso é falta de experiência, com o passar do tempo eles vão aprender que isso não se faz toda hora, tem a hora certa.Esse time do Santos é muito forte, e como vc disse, o calcanhar de Aquiles é a defesa, que com um jeitinho, dá pra arrumar, e se a defesa se acertar, esse time será praticamente imbatível, pq no ataque, msm qdo perde marca gols, e perde pq o sistema defensivo tem falhas.Ou seja, defesa arrumada, é só preparar a garganta pra comemorações!